Início » Uncategorized » Construções que ameaçam a segurança dos pedestres

Construções que ameaçam a segurança dos pedestres

Recebi esse e-mail do Márcio Manoel Ferreira.

    Até quando teremos desrespeito explícito se impunidade? Até quando
pessoas serão feridas por imprudência, negligência, irresponsabilidade
e certeza de impunidade, todos falam e louvam o avanço das construções
civis em Goiânia, mais se esquecem de dizer a que custo isso ocorre,
não a custo financeiro, mais ao custo de riscos em quem passa pelos
locais de construção de prédios futurista, caros e acessível a uma
camada singular de brasileiros, as telas de proteção não são tão caras
se comparadas a valores de apartamentos que passam de cr$ 900.000
reais, esse é o preço de uma vida, o brasileiro tem mente curta, todos
já se esquceram da senhora que foi atingida por fragmentos de
construção e ficou vários dias na UTI de um hospital, felizmente não
morreu, quantos mais terão que ficar com sequelas talvez até
irreversíveis, em nome do enriquecimento de um pequeno grupo de
empresários que por serem ricos e poderosos se sentem acima do bem e
do mau, inatingíveis por leis e regras? Ocupando calçadas com
materiais de construção, fazendo buracos enormes par jogar lixos e
entulhos, isso é certo? Será que o poder público é cego ou faz vistas
grossas por motivos que desconfiamos mais não podemos falar por falta
de provas? Vai aqui algumas dicas de segurança:
A carpintaria deve ter piso resistente, nivelado e antiderrapante, com
cobertura capaz de proteger os trabalhadores contra quedas de
materiais e intempéries.
A dobragem e o corte de vergalhões de aço em obra devem ser feitos
sobre bancadas ou plataformas apropriadas e estáveis, apoiadas sobre
superfícies resistentes, niveladas e não escorregadias, afastadas da
área de circulação de trabalhadores.
As armações de pilares, vigas e outras estruturas verticais devem ser
apoiadas e escoradas para evitar tombamento e desmoronamento.
Durante a descarga de vergalhões de aço, a área deve ser isolada.
Durante as operações de protensão de cabos de aço, é proibida a
permanência de trabalhadores atrás dos macacos ou sobre estes, ou
outros dispositivos de protensão, devendo a área ser isolada e
sinalizada.
No local onde se executa a concretagem, somente deve permanecer a
equipe indispensável para a execução dessa tarefa.
As caçambas transportadoras de concreto devem ter dispositivos de
segurança que impeçam o seu descarregamento acidental.
Os vãos de acesso às caixas dos elevadores devem ter fechamento
provisório de, no mínimo, 1,20 m de altura, constituído de material
resistente e seguramente fixado à estrutura, até a colocação
definitiva das portas.
É obrigatória, na periferia da edificação, a instalação de proteção
contra queda de trabalhadores e projeção de materiais a partir do
início dos serviços necessários à concretagem da primeira laje.
Em todo perímetro da construção de edifícios com mais de quatro
pavimentos ou altura equivalente, é obrigatória a instalação de uma
plataforma principal de proteção na altura da primeira laje que
esteja, no mínimo, um pé-direito acima do nível do terreno.
Acima e a partir da plataforma principal de proteção devem ser
instaladas, também, plataformas secundárias de proteção, em balanço,
de três em três lajes.
O perímetro da construção de edifícios deve ser fechado com tela a
partir da plataforma principal de proteção. A tela deve constituir-se
de uma barreira protetora contra projeção de materiais e ferramentas.
Os andaimes devem ser dimensionados e construídos de modo a suportar,
com segurança, as cargas de trabalho a que estarão sujeitos.
O piso de trabalho dos andaimes deve ter forração completa,
antiderrapante, ser nivelado e fixado de modo seguro e resistente.
Devem ser tomadas precauções especiais, quando da montagem,
desmontagem e movimentação de andaimes próximos às redes elétricas.
A madeira para confecção de andaimes deve ser de boa qualidade, seca,
sem apresentar nós e rachaduras que comprometam a sua resistência,
sendo proibido o uso de pintura que encubra imperfeições.
A sinalização de segurança em vias públicas deve ser dirigida para
alertar os motoristas, pedestres e em conformidade com as
determinações do órgão competente.

 Márcio Ferreira – Goiânia – Goiás.

Dsc00838Dsc00839Dsc00840Dsc00841Dsc00844Dsc00845Dsc00846Dsc00849Dsc00850Dsc00851Dsc00853Dsc00854Dsc00855Dsc00856Dsc00857Dsc00858Dsc00859Dsc00862Dsc00864Dsc00865Dsc00867Dsc00868Dsc00870Dsc00871Dsc00872Dsc00876Dsc00877Dsc00878Dsc00879Dsc00880

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s