Paulista é pão-duro até no alqueire: o dele vale só a metade

PALAVRA DO DIA

 

Tema de semana: Medidas.

ALQUEIRE

 

Do árabe al-kárl, alqueire, originalmente, referia-se às bolsas que os animais de carga levavam presas ao dorso e que continham produtos (especialmente grãos).  Com o tempo, o termo passou a significar, por analogia, a quantidade de grãos que cabia em cada bolsa lateral carregada pelos animais. Era, portanto, uma medida de capacidade para sólidos e líquidos. Mais tarde ainda, porém, alqueire se tornaria também uma medida de área, sendo 1 (um) alqueire o correspondente à área necessária para o plantio da quantidade de grãos que costumava caber naquelas bolsas. Hoje em dia, no Brasil, alqueire é uma unidade de  medida de superfície agrária que pode equivaler a 2,42 hectares (em São Paulo – tendo esta equivalência ficado conhecida como “alqueire paulista”) ou a 4,84 hectares (em outros lugares, como Minas Gerais ou Rio de Janeiro).  Também existe o chamado “alqueire do norte”, que corresponde a  27.225m2.

 

>> Definição do iDicionário Aulete:

 

(al. quei.re)

sm.

1. Bras. Medida agrária de superfície, variável de acordo com o lugar (equivale a 2,42ha em SP, a 4,84ha em GO, MG, RJ.

2. Antiga medida de capacidade para secos e líquidos, variável de lugar para lugar

3. Terreno que leva um alqueire (2) de semeadura

4. Recipiente (para medida) que comporta um alqueire (2) de grãos de cereais

5. Lus. O peso dos cereais contidos nesse recipiente.

[F.: Do ár. al-káil.]

 

Alqueire do Norte
1 Bras. Medida agrária, equivale e 27.225m2.

 

Alqueire do Pará
1 Bras. Medida de capacidade para farinha-d'água, equivale a cerca de 30kg.

____

www.aulete.com.br

www.twitter.com/aulete

 

Gostaria de sugerir uma palavra? Envie um e-mail para sugestao@palavradodia.com.br  
_____

A Palavra do Dia é um serviço oferecido gratuitamente aos usuários cadastrados do Aulete Digital